Revista de Gestão Revista de Gestão
Revista de Gestão 2017;24:159-69 - Vol. 24 Núm.2 DOI: 10.1016/j.rege.2017.03.006
Empreendorismo
Relações de influência de indicadores macroeconômicos na propensão ao risco de empreender
Relationship influences of macroeconomic indicators in the entrepreneurship risk propensity
Marcio de Oliveira Mota, , Michelle do Carmo Sobreira, Mayron Sampaio do Vale, Luzianne Cardoso da Costa Nogueira
Universidade Estadual do Ceará (UECE), Ceará, CE, Brasil
Recebido 17 Fevereiro 2016, Aceitaram 09 Outubro 2016
Resumo

A atividade empreendedora é normalmente apontada como fator essencial ao desenvolvimento econômico de um país. Os relatórios Global Entrepreneurship Monitor (GEM) e diversas pesquisas científicas apontam que quanto maior o desenvolvimento econômico de um país, menor a taxa de empreendedorismo e a percepção de oportunidades da população. Assim, este ensaio teórico se propõe a investigar pressupostos sobre como as relações entre indicadores macroeconômicos e variáveis de capacidade empreendedora de uma população podem contribuir para a propensão ao risco dos indivíduos de um país. Para tanto, foi feito um levantamento da produção científica sobre o tema nas bases de dados Emerald Insight, plataforma Capes e ESBCOhost. Observou‐se que não existem estudos que relacionem todas as sete variáveis usadas neste artigo (PIB, IDH, taxa de desemprego, taxa de empreendedorismo inicial [TEA], percepção de oportunidades, medo de falhar e propensão ao risco), e foi especialmente considerada a escala multinacional. Este estudo assume a existência de pressupostos teóricos entre essas variáveis, que contribuem para melhor posicionamento dos entes públicos e privados quanto ao fomento da atividade empresarial.

Abstract

The entrepreneurial activity is often cited as a key factor for the economic development of a country. Global Entrepreneurship Monitor reports and several researches show that the higher the economic development of a country, the lower the entrepreneurship rate and the population opportunities perception. Thus, this theoretical essay aims to investigate assumptions about how the relationship between macroeconomic indicators and population entrepreneurship variables may contribute to the risk propensity of a country. We carried out a bibliographic research about this topic in the Emerald Insight, Capes and ESBCOhost databases. We observed that there are no studies that relate all our seven proposed variables (GDP, HDI, unemployment rate, Total Early‐Stage Entrepreneurial Activity ‐ TEA, perception of opportunities, fear of failure and risk propensity), especially considering in multinational scale. Our study assumes theoretical assumptions among these variables, contributing to better targeting of public and private stakeholders on the business activity development.

Palavras chave
Empreendedorismo, Indicadores Macroeconômicos, Propensão ao risco
Keywords
Entrepreneurship, Macroeconomic indicators, Risk propensity
Revista de Gestão 2017;24:159-69 - Vol. 24 Núm.2 DOI: 10.1016/j.rege.2017.03.006