Revista de Gestão Revista de Gestão
Revista de Gestão 2017;24:45-57 - Vol. 24 Núm.1 DOI: 10.1016/j.rege.2016.05.002
Administração de Ciência e Tecnologia
Os sistemas nacional e regional de inovação e sua influência na interação universidade‐empresa em Santa Catarina
The national and regional innovation systems and its influence on university‐industry interaction in Santa Catarina
Dannyela da Cunha Lemos, , Silvio Antonio Ferraz Cario
Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianopólis, SC, Brasil
Recebido 29 Setembro 2015, Aceitaram 25 Maio 2016
Resumo

O ambiente nacional e a definição de políticas governamentais que apontem para o desenvolvimento e a consolidação de relações entre as diferentes instituições são elementos que compõem um Sistema Nacional de Inovação (SNI). O reconhecimento da importância desses aspectos tem feito com que tanto países desenvolvidos como países em desenvolvimento passem a implantar políticas que fortaleçam os vínculos entre as produções científica e tecnológica. Tais políticas também se refletem em recortes regionais, dão origem ao Sistema Regional de Inovação (SRI). Este artigo tem como objetivo analisar a influência dos elementos dos sistemas nacional e regional de inovação nas interações universidade‐empresa (U‐E) em Santa Catarina. Teve como objeto de estudo quatro universidades, analisadas nas seguintes categorias: estrutura de ciência, tecnologia e inovação (C,T&I) e sistema de ensino superior. Para a coleta dos dados, foram feitas 38 entrevistas em profundidade. Para análise e tratamento dos dados, foi usado o software de análise de dados qualitativos Atlas/ti, versão 7.1.3. Os resultados mostraram uma atuação cada vez mais consolidada, principalmente em termos de volume de investimento, dos governos federal e estadual nas políticas de C,T&I, reforçada pelo marco regulatório no campo da inovação. Sobre o sistema de ensino superior, apurou‐se, em relação ao seu funcionamento, que a estrutura da universidade cria barreiras para que o relacionamento com o setor produtivo se desenvolva, ainda que exista clareza por parte dos pesquisadores da lógica dentro da qual a universidade deve operar, que não é a mesma lógica de mercado.

Abstract

The national environment and the definition of government policies that point to the development and consolidation of relations between the different institutions are elements that form a National Innovation System (NSI). The recognition of the importance of these aspects has made, both developed and developing countries start to implement policies that strengthen the links between the scientific and technological production. Such policies are also reflected in regional sections, giving rise to the Regional Innovation System (RIS). This article aims to analyze the influence of the elements of national and regional innovation systems in university‐industry (U‐I) interactions in Santa Catarina, taking as an object of study four universities analyzed in the following categories: science, technology and innovation (S,T&I) structure and higher education system. For data collection, it was possible to perform 38 interviews in depth. The data was performing and analyzing using the qualitative data analysis software Atlas/ti, version 7.1.3. The results showed an increasingly consolidated performance, especially in terms of volume of investment from the federal and state governments in S,T&I policies reinforced by the regulatory framework in the field of innovation. About the higher education system it was found in relation to its operation that the university structure creates barriers for the development of the productive sector, although there is clarity from logic researchers within which the university should operate, which is not the same market logic.

Palavras‐chave
Sistema de inovação, Interação, Universidade, Empresa
Keywords
Innovation System, Interaction, University, Industry
Revista de Gestão 2017;24:45-57 - Vol. 24 Núm.1 DOI: 10.1016/j.rege.2016.05.002