Revista de Gestão Revista de Gestão
Revista de Gestão 2017;24:149-58 - Vol. 24 Núm.2 DOI: 10.1016/j.rege.2017.02.002
Tecnologia da Informação
Governança em Comunidades Virtuais de Negócios
Governance in Virtual Business Communities
Geovane Paulo Sornbergera,, , Norberto Hoppenb, Eduardo Henrique Rigonib, Amarolinda Zanela Kleinb, Arlete Redivoa
a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Sinop, MT, Brasil
b Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), São Leopoldo, RS, Brasil
Recebido 01 Dezembro 2015, Aceitaram 19 Outubro 2016
Resumo

Este artigo visa a analisar os elementos essenciais da governança em Comunidades Virtuais de Negócios (CVN), as quais representam um tipo específico de relacionamento interorganizacional, baseado em dimensões tecnológicas que possibilitam a virtualização das interações, a digitalização dos processos de negócio e o acesso a informações. As dimensões tecnológicas são fundamentais para a construção e o desenvolvimento de mecanismos de governança – estruturação de normas e regras, formas de monitoramento e aplicação de incentivos e sanções. Entre os elementos fundamentais, foram incluídos os fatores institucionais de confiança, legitimidade e liderança, que podem promover ou inibir a governança nas CVN. A interação desses elementos com as dimensões tecnológicas tem efeitos no desenvolvimento de mecanismos de governança apropriados para CVN e foi pouco explorada pela literatura. Um estudo de caso, que envolveu a criação de uma CVN para o setor de flores gaúcho, fundamentado nos elementos conceituais analisados, permitiu propor um framework para estudos de governança de CVN. Também possibilitou a elaboração de questões norteadoras para o desenvolvimento da governança de CVN para um determinado tipo de negócio, fundamentadas nas interpretações dadas pelos participantes aos fatores institucionais e na dinâmica da virtualidade das interações e sua influência na construção dos mecanismos de governança.

Abstract

This article aims to analyze the essential elements of governance in Virtual Business Communities (VBC), which represent a specific type of interorganizational relationship, based on technological dimensions that enable virtualization of interactions, digitization of business processes and access to information. Technological dimensions are critical to the construction and development of governance mechanisms ‐ structuring norms and rules, monitoring forms and application of incentives and sanctions. Among the fundamental elements, the institutional elements, the factors of trust, legitimacy and leadership are included, and they can promote or inhibit governance in VBC. The interaction of these elements with the technological dimensions has effects on the development of appropriate governance mechanisms of a VBC and has been little explored in the literature. A case study involving the creation of a VBC for the flower sector in Rio Grande do Sul, based on the conceptual elements analyzed, allowed us to propose a framework for VBC governance studies. It also enabled the development of guiding questions for the development of VBC governance for a particular type of business, based on interpretations given by the participants to the institutional factors and to the dynamics of virtuality of the interactions as they influence the construction of governance mechanisms.

Palavras‐chave
Governança Interorganizacional, Comunidade Virtual de Negócios, Fatores Institucionais, Framework
Keywords
Interoganizational Governance, Virtual Business Communities, Institutional Factors, Framework.
Revista de Gestão 2017;24:149-58 - Vol. 24 Núm.2 DOI: 10.1016/j.rege.2017.02.002