Revista de Gestão Revista de Gestão
Revista de Gestão 2017;24:291-2 - Vol. 24 Núm.4 DOI: 10.1016/j.rege.2017.08.001
Editorial
Adriana Marotti de Mello
Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP), São Paulo, SP, Brasil

Prezados leitores e leitoras,

Com a publicação do nosso n°. 4 fechamos mais um ano. Tivemos 32 artigos publicados, em quatro edições, com grande diversidade de temas, instituições e origem geográfica de autores e revisores. Gostaria de agradecer imensamente a todos os autores e avaliadores que fizeram com que fosse possível atingirmos esse resultado.

Aqui na REGE 2017 foi um ano de bons resultados: fomos classificados pela Qualis/Capes com B1 na Área de Administração, nossos acessos e downloads de artigos têm consistentemente aumentado, lançamos nosso novo website no ar, recebemos um número recorde de submissões.

Esses resultados certamente nos animam para enfrentar mais um ano cheio de desafios, procurar sempre melhorar a qualidade de nossa contribuição para a criação e disseminação de conhecimento em Administração.

Neste nosso número 4, trazemos uma sessão especial com artigos submetidos através do Fast‐Track do XIX Semead (2016). Cinco artigos foram avaliados em double blind review, revisados e aprovados para publicação.

O Semead (Seminários em Administração), que este ano está em sua 20ª edição, é um dos maiores congressos em Administração feitos na América Latina. É organizado pelo PPGA/USP e tem crescido ano a ano, com a inclusão de atividades como o Consórcio Doutoral, Sessões Sapiens (para desenvolvimento de artigos), apresentação de Business Cases (procura‐se maior diálogo com a comunidade de praticantes em Administração). Em novembro próximo haverá a 20a Edição do Semead e mais uma vez a REGE é parceira da organização do evento, ao receber artigos para Fast‐Track.

Os oito artigos que compõem nosso último número de 2017 são:

Fast‐Track Semead

  • 1.

    Work‐family conflict antecedents: differences between men's and women's perceptions in the best companies for you to work, de Érica Custódia de Oliveira, Angela Christina Lucas e Tania Casado. O objetivo do artigo é discutir uma questão bastante polêmica e atual: como homens e mulheres percebem o conflito trabalho e família.

  • 2.

    “Comportamento de cidadania organizacional: sua interação com os valores organizacionais e a satisfação no trabalho” vem da Universidade Federal de Santa Maria, com os autores Vivian F. Costa, Vania de F.B. Estivalete, Taís de Andrade, Lisiane P. Faller e Jefferson M. de Oliveira.

  • 3.

    O terceiro artigo vem do Estado de Pernambuco e discute a questão da aposentadoria no setor público, através de uma pesquisa qualitativa feita com um grupo de servidores participantes de um grupo de preparação para aposentadoria na instituição. Os autores são: Anne Cristine C. da Silva e Diogo Henrique Helal.

  • 4.

    Nosso quarto artigo, “Potencialidades e desafios na articulação entre a memória e a aprendizagem organizacional: o Centro de Memória Bunge”, de Franciele Aline Parrilla, Márcio Ogliara e João Paulo Bittencourt, discute como centros de memória em organizações contribuem para a aprendizagem organizacional.

  • 5.

    O último artigo oriundo do Semead faz uma benvinda discussão acerca do uso da Pesquisa‐Ação como método em Administração. Os autores, todos da Universidade Federal do Ceará, são: Jose?? Glauber Cavalcante dos Santos, Thalita Cali??ope e Jose?? de Paula Barros Neto.

Publicamos mais dois artigos da área de Gestão de Pessoas e Organizações:

  • 1.

    “Propriedades psicométricas das medidas do Questionário Psicossocial de Copenhague I (COPSOQ I), versão curta”, de Marli Appel da Silva, Guilherme Welter Wendt e Irani Iracema de Lima Argimon.

  • 2.

    E de Maria Carolina Baggio Zanetti Nucci de Oliveira, da FEA/USP, “Da relação entre pessoas transgêneras e a organização: novos sujeitos para os estudos sobre diversidade organizacional” faz uma discussão pertinente e atual sobre a inclusão de pessoas transgêneras no mercado de trabalho.

E, finalmente, um artigo sobre Gestão Pública: Participação social nos serviços públicos: caracterização do estado da arte por meio da bibliometria e da revisão sistemática, no qual Denise Regina Struecker e Micheline Gaia Hoffmann, da Universidade Estadual de Santa Catarina, fazem uma revisão sistemática da literatura sobre o tema da participação social nos serviços públicos.

Copyright © 2017. Departamento de Administração, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo ¿ FEA/USP
Revista de Gestão 2017;24:291-2 - Vol. 24 Núm.4 DOI: 10.1016/j.rege.2017.08.001