Revista de Gestão Revista de Gestão
Revista de Gestão 2017;24:134-48 - Vol. 24 Num.2 DOI: 10.1016/j.rege.2017.03.004
Administração Agroindustrial
Modelo de maturidade para processos de certificação no sistema agroindustrial do café
Maturity model for certification process in agroindustrial system coffee
Geraldo Magela Jardim Barra, , Marcelo Bronzo Ladeira
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil
Received 03 September 2015, Accepted 27 March 2016
Resumo

A partir de uma pesquisa bibliográfica sobre o tema maturidade de processos, maturidade em cadeia de suprimentos e certificações na cafeicultura, foi construído um modelo de maturidade para processos certificados no sistema agroindustrial do café. Inicialmente, foi feita uma pesquisa bibliográfica sobre os modelos de maturidade em processos e, em seguida, a partir de uma extensa pesquisa bibliográfica sobre modelos de maturidade em cadeias de suprimentos, foi escolhido o modelo de maturidade de McCormack, Johnson e Walker (2003). Posteriormente, a partir do código de conduta da UTZ Certified (2015a), foram selecionados os atributos a serem medidos neste modelo de maturidade. A contribuição deste artigo para o agronegócio está centrada no modelo de maturidade criado e no método do ciclo de maturidade proposto, que permitem identificar os pontos críticos de cada firma individualmente, possibilitam sugerir as recomendações para a melhoria dos processos, permitem a priorização de esforços e recursos pela firma. Ademais, há a possibilidade de verificar pontos de melhoria comuns em grupos estratégicos para orientar esforços coletivos por melhores resultados de desempenho nas operações, o que facilita ações coletivas e políticas setoriais. Em trabalhos futuros será possível validar a relação do impacto da maturidade de processos certificados no desempenho das firmas do segmento agroindustrial do café no Brasil, bem como em outros sistemas agroindustriais brasileiros e mundiais.

Abstract

From a literature search on the topic process maturity, maturity in supply chain and certifications in coffee, it has built a maturity model for certified processes in the coffee agribusiness system. Initially, a literature search on the maturity models in processes took place and then from an extensive literature search on maturity models in supply chains, was chosen the maturity model of McCormack et al. (2003). Later, from the code of conduct of UTZ Certified (2015a), the attributes to be valued in this maturity model were selected. Finally, there was the validation of this model for the analysis of experts in process and coffee. The contribution of this paper for agribusiness is centered created maturity model and method of the proposed maturity cycle, identifying the critical points of each firm individually, enabling suggest recommendations for improving processes, allowing the prioritization of efforts and resources by the firm. Moreover, there is the possibility to check common points of improvement in strategic groups to guide collective efforts for better performance results in operations, facilitating collective action and sector policies. In future work will be to validate the relationship of the impact of the certified processes maturity in the performance of firms in the coffee agribusiness segment in Brazil and in other Brazilian and global agribusiness systems.

Palavras chave
Modelos de maturidade, Certificação, Sistema agroindustrial do café
Keywords
Maturity model, Certification, Coffee agribusiness system
Revista de Gestão 2017;24:134-48 - Vol. 24 Num.2 DOI: 10.1016/j.rege.2017.03.004